Psicoterapia Individual

 

O que é psicoterapia?

 

A psicoterapia é um método utilizado por psicólogos para tratamento de problemas de natureza emocional, existencial, dificuldades de relacionamento, fobias, e também para crescimento e desenvolvimento da personalidade.

O psicólogo é uma pessoa treinada para auxiliar sem julgamento, buscando, acima de tudo, compreender a pessoa que sofre para melhor ajudar. Normalmente, terapeuta e paciente sentam-se frente a frente para interagir durante a sessão.

Na interação, é importante que o paciente fique à vontade para falar, sem receios, expondo seus conflitos e dificuldades de uma forma autêntica e espontânea. Um desenvolvimento pessoal global e um maior autoconhecimento são sempre obtidos com o tratamento, independente do que tenha sido o motivo da procura por terapia. Se você nunca fez terapia talvez as questões abaixo possam te ajudar.

Qual é a duração de uma sessão? As sessões têm duração de 50 minutos, podendo variar um pouco para mais ou para menos, dependendo das circunstâncias do atendimento. Com que frequência precisa ir à terapia? A frequência das sessões inicialmente é semanal. Entretanto, este intervalo pode aumentar à medida que o paciente melhora, passando a ser quinzenal, ou até mensal. Quando o paciente sente que já conquistou uma boa condição psicológica para lidar com seus desafios, ou que seus sintomas diminuíram o suficiente, ou mesmo desapareceram, é o momento de receber alta do tratamento. O psicólogo fica só ouvindo? De forma alguma.

O psicólogo ouve com atenção, mas também orienta, esclarece e manifesta seus pensamentos que podem ser úteis ao paciente. Como o psicólogo pode me ajudar com meus problemas? Esse é um questionamento muito comum. Muitas vezes as pessoas resistem a procurar ajuda porque afirmam que ninguém pode solucionar seus problemas, a não serem elas mesmas. E isso é verdade! Entretanto, quantas vezes nos encontramos em situações que desejamos resolver, mas não sabemos como! Com o auxilio da terapia é possível conhecer mais sobre si mesmo, compreender melhor a própria situação e os motivos que nos impedem de avançar.

Existem informações a nosso respeito que não conhecemos, porque nos são inconscientes. É Importante lembrar que o psicólogo dedica-se ao conhecimento e compreensão das questões humanas, ficando, desta forma, em condições de ajudar o paciente a atravessar alguns caminhos da existência com boa orientação. E se eu quiser resolver meus problemas sozinhos? É claro que nós temos condição de resolver grande parte dos problemas vividos no dia-a-dia. Mas existem situações que nos trazem maior desconforto e dúvidas. Nesses casos é bom ter alguém com quem contar para aliviar o peso das dificuldades. Acredite, falar com alguém, dividir as angústias e aflições é mais benéfico do que se pode imaginar, ainda mais se a pessoa que nos ouve o faz com respeito, atenção e compreensão.

O psicólogo é o profissional com treinamento para saber ouvir e lidar com as questões trazidas pelo paciente, utilizando sua abordagem e suas técnicas para melhor tratamento dos problemas. A psicoterapia é indicada para quais casos?

  • Para quem se sente deprimido

  • Ansiedade

  • Sensação de vazio, vida sem sentido.

  • Dificuldades de relacionamento (social conjugal)

  • Fobias (medo intenso de coisas, lugares ou pessoas).

  • Insegurança excessiva

  • Dificuldade de adaptação a mudanças (uma nova casa, um novo emprego, uma fase diferente da vida).

  • Doenças de fundo emocional (psicossomáticas)

  • Necessidade compulsiva de agradar os outros

  • Pensamentos repetitivos

  • Transtorno alimentar

  • Ciúmes excessivos

  • Para quem deseja desenvolver habilidades sociais (fazer amizades, falar em público).                                                                                               

Esses são alguns exemplos que não esgotam as indicações para tratamento. Se você se identificou com algumas destas questões, podemos ajudar você. Muitas pessoas que fazem psicoterapia pela primeira vez, e se beneficiam com o tratamento, lamentam não terem começado antes!

Fonte: Instituto Hayslan Nicacio